Trabalhadores remotos tinham 35% mais chance de serem demitidos que os presenciais, aponta pesquisa | Futuro do trabalho

Os trabalhadores em home office durante cinco dias por semana tiveram 35% mais chances de serem demitidos em 2023 do que seus colegas que trabalharam no escritório, de acordo com uma análise de 2 milhões de trabalhadores de escritório nos EUA conduzida pelo provedor de dados de emprego Live Data Technologies e divulgada pelo jornal The Wall Street Journal.

A análise mostrou que 10% dos trabalhadores totalmente remotos foram demitidos no ano passado, em comparação com 7% daqueles que trabalhavam em um escritório em tempo integral ou de forma híbrida.

“Quando um gerente de contratação recebe a notícia de que precisa cortar 10% da equipe, é mais fácil colocar alguém na lista com quem não tenha um relacionamento pessoal próximo”, disse ao jornal Andy Challenger, vice-presidente sênior da Challenger, Gray & Christmas, uma empresa de recolocação.

Grande parte da disparidade, segundo ele, é que é simplesmente mais difícil criar vínculos com pessoas que você não vê pessoalmente.

Trabalhadores remotos tinham 35% mais chance de serem demitidos que os presenciais, aponta pesquisa | Futuro do trabalho

COMENTÁRIOS