Pesquisa indica que golpes digitais custaram R$ 1,1 bilhão aos brasileiros

Segundo um levantamento feito pela OLX, em 2023, os golpes digitais custaram cerca de R$ 1,1 bilhão aos brasileiros. O assunto ganha ainda mais relevância na Semana Mundial da Internet Segura, celebrada em todo o mundo em fevereiro.

No ano de 2023, os golpes mais comuns foram os de: falso pagamento (30,5%), invasão de conta (25,6%) e coleta de dados (17,8%).

Viu isso?: Mulheres são os maiores alvos de fraudes no e-commerce. Seis em cada dez vítimas são do sexo femininoVeja também: Novo golpe simula que motorista tem multa de quase R$ 2 mil aplicada pela Polícia Rodoviária Federal

Leia Mais

Compra confirmada com falso pagamento

Com o aumento das transações bancárias digitais, hoje o fraudador faz um falso comprovante de depósito com os dados da vítima e o envia por e-mail ou aplicativo de mensagem, fazendo a pessoa acreditar que o valor já foi depositado e entregue o produto da venda. Quando a vítima percebe o golpe, o fraudador já está com o produto e deixa de responder às mensagens.

Normalmente, o fraudador tenta entrar em contas de plataformas on-line utilizando logins e senhas de bases vazadas na internet. Ao conseguir o acesso a uma conta, ele realiza compras ou publica anúncios falsos de produtos que não existem, ficando com o valor do pagamento e nunca enviando o produto para o comprador.

Os fraudadores aproveitam oportunidades para roubar dados das vítimas e os utilizarem em golpes futuros, utilizando métodos como engenharia social, vulnerabilidade de sistemas e uso recorrente de senhas fracas.

Vai negociar um produto pela internet. Saiba como se prevenir:

Não entregue a mercadoria sem confirmar o depósito em sua conta.Mantenha a comunicação pelas plataforma de comrpa e venda e evite negociar por aplicativos de mensagens.Desconfie de mensagens ou e-mails que simulem comunicados oficiais das empresas, verifique o domínio do e-mail (xx@nomedaempresa) e cheque sempre o status da negociação no site ou no aplicativo da empresa.Use senhas fortes, com muitos caracteres e utilizando letras, números e caracteres especiais. Também é importante mudar as senhas de tempos em tempos e ficar atento aos alertas enviados pelas plataformas sobre tentativa de login na sua conta.Esteja atento aos alertas de tentativa de login em suas contas. Normalmente são enviados por e-mail.Não compartilhe número de celular, endereço de e-mail, CPF e dados bancários com terceiros. Desconfie de links suspeitos, especialmente os enviados para preencher informações.

Pesquisa indica que golpes digitais custaram R$ 1,1 bilhão aos brasileiros

COMENTÁRIOS