Maioria vê risco de perder emprego para IA, diz pesquisa

Três em cada quatro profissionais brasileiros acreditam que a inteligência artificial (IA) substituirá seus empregos.


É o que aponta levantamento da Page Interim, unidade de negócio do PageGroup especializada em recrutamento, seleção e administração de profissionais terceirizados e temporários.


De acordo com a pesquisa, feita em sete países da América Latina, 76,6% dos respondentes brasileiros creem que a IA afetará parcialmente os postos de trabalho na área em que atuam. Também acreditam nessa possibilidade os participantes do Panamá (69%), do México (68%), do Peru (66%), da Colômbia (65%), do Chile e da Argentina (63%, cada).




Além do desemprego, a pesquisa concluiu que há preocupação em relação à privacidade e à segurança de dados. Esses três itens foram os que mais se destacaram em quase todos os países, exceto na Argentina, onde há maior preocupação no uso da IA com implicações éticas do que com o desemprego.


Quando questionados sobre o uso da IA dentro de sua área de atuação, os profissionais de todos os países destacaram que a tecnologia tem potencial para ser benéfica, mas apresenta riscos significativos (61,5%).


Também afirmaram que é um divisor de águas e que vai revolucionar a indústria (32,1%). Aqueles que acham que há exagero no tema e que não haverá impacto significativo somaram 3%, e os que ainda não sabem, 3,4%. O levantamento foi realizado em novembro e dezembro de 2023, com 5 354 profissionais.

 


Veja também

CONDIÇÕESBradesco e Banco do Brasil questionam garantias do financiamento da Gol em processo nos EUA

Turismo BNDES viabiliza R$ 140 milhões para turismo em Belém

Maioria vê risco de perder emprego para IA, diz pesquisa

COMENTÁRIOS