Empresários de Campo Grande estão otimistas para 2024, revela pesquisa

Comércio – (Foto: Fotos Públicas)

Recente levantamento da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) apontou um cenário otimista entre os empresários da cidade para 2024. Segundo a pesquisa, 78,5% dos empresários locais esperam crescimento nos seus negócios, um aumento significativo em comparação com os 58% de otimismo registrados em 2023. Em 2022, a expectativa de um ano promissor era compartilhada por 77% dos entrevistados.

Além disso, a pesquisa, que entrevistou 103 empresas dos setores de comércio, serviços, indústria e agronegócio entre os dias 12 e 22 de janeiro, revelou que pouco mais de 19% dos empresários preveem estagnação, enquanto apenas 2% aguardam uma queda no volume de negócios para 2024.

Comércio de Campo Grande – (Foto: Arquivo)

Renato Paniago, presidente da ACICG, avalia que o ano de 2023 superou as expectativas, apesar dos desafios iniciais devido à mudança de governo. “O ano acabou com um saldo positivo, graças à resiliência e persistência do empresariado que enfrentou desafios como a alta da taxa de juros e a insegurança jurídica”, destaca Paniago.

No que diz respeito às expectativas em relação à economia brasileira em 2024, mais de 57% dos empresários entrevistados acreditam em uma melhoria, enquanto 33% preveem um cenário semelhante a 2023 e 9,5% esperam uma piora.

A pesquisa também abordou a efetivação de colaboradores temporários contratados em 2023, com mais de 20% dos empresários indicando intenções de contratações permanentes.

Em relação ao desempenho de vendas de 2023, mais de 44% dos empresários reportaram um desempenho melhor do que em 2022. Dentro deste grupo, 38,64% observaram um aumento de até 5% e 34% registraram crescimento acima de 20%.

Paniago conclui com otimismo: “Dezembro mostrou um aumento nas vendas para a maioria dos empresários. Esperamos que em 2024, com uma possível queda na taxa de juros, haja mais investimentos, impulsionando ainda mais a economia local.” A pesquisa contou com a participação de empresas de diversos setores, incluindo alimentício, vestuário, acessórios, serviços, moveleiro e comércio de eletrônicos.

Empresários de Campo Grande estão otimistas para 2024, revela pesquisa

COMENTÁRIOS